Apple revela resultados financeiros positivos do 3º trimestre fiscal de 2020

Apple Resultados Financeiros

Tal como foi anunciado previamente pela empresa, a Apple anunciou ontem dia 30 de julho os seus resultados financeiros relativos ao terceiro trimestre fiscal de 2020 (abril a junho de 2020).

Com efeito, a Apple não tinha revelado previsões para este trimestre, dado o elevado grau de incerteza gerado pela pandemia de COVID-19. Ainda assim, os resultados foram positivos, com crescimentos em todas as principais áreas da empresa quando comparado com o mesmo trimestre do ano anterior.

Desta forma, a Maçã registou uma receita de US$59,7 mil milhões (+11%) e um lucro líquido de US$11,3 mil milhões (+12%). Se analisarmos os números por segmentos, estes foram os resultados:

  • iPhone: US$26,4 mil milhões (+1,7%)
  • Mac: US$7,1 mil milhões (+21,6%)
  • iPad: US$6,6 mil milhões (+31%)
  • Wearables, Casa e Acessórios: US$6,5 mil milhões (+16,7%)
  • Serviços: US$13,2 mil milhões (+14,8%)

Análise aos números dos Resultados Financeiros

De facto, ter crescimentos de 2 dígitos em momentos de pandemia, e dada a atividade da Apple, não deixa de ser um desempenho fantástico. Sobretudo o crescimento impressionante de venda de iPads! Em declarações, o CEO Tim Cook reforçou isso mesmo:

Em tempos de incerteza, esse desempenho é uma prova do importante papel que os nossos produtos desempenham na vida dos nossos clientes e da inovação implacável da Apple.

Tim Cook

E o diretor financeiro da empresa Luca Maestri teve um discurso no mesmo registo, claro:

O nosso desempenho no trimestre de junho foi uma forte evidência da capacidade da Apple de inovar e executar em tempos difíceis. Os resultados comerciais recordes levaram a nossa base ativa instalada de dispositivos ao nível mais alto em todos os nossos segmentos geográficos e em todas as principais categorias de produtos.

Luca Maestri

Por fim, o conselho administrativo da Apple anunciou ainda que quem tiver ações da Apple, receberá a 13 de agosto US$0,82 por ação. Adicionalmente, outro anúncio importante foi feito: a Apple irá dividir as suas ações pelo rácio 1:4, ou seja, por cada ação da Apple que tenhas, receberás mais três, mantendo o valor total da carteira.

Comportamento das ações da Apple no último ano

Assim, esta divisão de ações será especialmente apelativa porque irá dividir por 4 o preço por ação, tornando-a mais apelativa, o que irá certamente atrair novos investidores para a empresa. A última divisão de ações tinha ocorrido a 9 de junho de 2014. Na altura, a Apple utilizou o rácio de 1:7 para dividir as suas ações.


Via MacMagazine

3 Shares: