O que distingue o AirPods 2 do AirPods 1?

A tecnologia está em constante evolução, mas isso não significa que tudo é bom ou que tenha sucesso. Antes pelo contrário, há imensos produtos que não fazem sucesso, ou que são um verdadeiro sucesso. É nesta categoria que se incluem os AirPods. Mas será que as novidades dos AirPods 2 compensam, ou os AirPods 1 continuam a ser uma boa opção? É isso que iremos tentar esclarecer neste artigo.

Antes de mais, de facto as diferenças entre os AirPods 2 e os AirPods 1 não são gigantes. Ainda assim, há algumas diferenças que te poderão ajudar na tua escolha:

AirPods 1AirPods 2
Duração de 2h de bateria (telefone)Duração de 3h de bateria (telefone)
Duração de 5h de bateria (música)Duração de 5h de bateria (música)
Processador W1Processador H1
Versão Bluetooth 4.2Versão Bluetooth 5.0
Conexão Siri com dois toquesConexão Siri com voz ou dois toques
Caixa com
carregamento wireless vendida à parte
Caixa com carregamento wireless incluída
iOS 10 e posterioriOS 12.2 ou superior
watchOS 3 ou superiorwatchOS 5.2 ou superior
macOS High Sierra ou superiormacOS Mojave 10.14.4 ou superior
macOS High Sierra ou superiorSuporte à Apple TV

Os processadores são diferentes

Depois de analisares as caraterísticas, podes perceber que não há propriamente grandes diferenças entre as duas gerações. Assim sendo, e numa nota pessoal, não acho que valha muito a pena a troca caso tenhas uns AirPods 1 totalmente funcionais.

Um dos aspetos mais diferentes é, sem dúvida, o processador. Enquanto que a primeira geração tem o W1 a segunda geração apresenta o H1. Na prática, isto apresenta só alguns benefícios como mais tempo de chamadas de voz e um suporte de voz de comando.

A série W dos processadores está focada no Bluetooth e conectividade Wi-Fi e é utilizada em mais headphones wireless, como os Beats ou o Apple Watch. Mas, o H1 é o processador dedicado exatamente para este modelo. Ele oferece conectividade mais rápida, facilitando o emparelhamento e mudança de um dispositivo para outro, e uma qualidade de áudio ligeiramente superior.

O aspeto dos AirPods 1 e 2

O aspeto é exatamente o mesmo quer nos AirPods 1 ou nos AirPods 2. A Apple não mexeu no design na segunda geração. Tanto um como o outro têm o speaker posicionado no mesmo local, o que, por sua vez, não funciona com todos os ouvidos. Além disso, ainda só estão disponíveis em branco.

Siri

Para ativares a Siri nos AirPods 1 precisas delhes tocar duas vezes. Demora apenas alguns segundos a ativar, mas podes pedir à Siri uma quantidade de coisas muito úteis. Podes pedir para ajustar o volume, por exemplo.

Ainda assim, é provável que atives a Siri algumas vezes sem querer ao ajustar o fone ao ouvido, por exemplo. Além disso, podes esquecer-te qual dos fones é que escolheste para falar com a Siri ou até se associaste um fone para parar a música.

Nos AirPods 2 isto já não acontece. A Siri pode ser ativada pela voz, tal como acontece noutros dispositivos como o iPhone ou Apple Watch. Uma opção muito mais conveniente. Se valorizas isto, é um bom motivo para optares por este modelo.

A caixa de carregamento Wireless nos AirPods 2

Um dos pontos mais fortes no segundo modelo é, sem dúvida, a caixa de carregamento Wireless. Basta colocares os AirPods no local de carregamento e esperar que estejam prontos para a tua próxima utilização. Uma grande vantagem em relação ao modelo anterior.

Vale a pena o upgrade?

Assim sendo, não me parece suficiente para um upgrade. Pelo menos, por enquanto. Quem sabe se com os AirPods 3 a história seja outra…


Via imore

4 Shares: