Apple bate novos recordes no 1º trimestre fiscal de 2020

Resultados Financeiros para o 1º trimestre fiscal de 2020

A Apple anunciou durante o dia de ontem os seus resultados financeiros para o 1º trimestre fiscal de 2020. E, “surpresa”, mais uns recordes batidos.

A gigante de Cupertino arrecadou US$91,8 mil milhões em vendas, o que fica bastante acima do intervalo previsto (US$85,5 a 89,5 mil milhões), e do trimestre homólogo (subida de 9%). Mas os recordes não ficam por aqui. Este 1º trimestre fiscal de 2020 foi também histórico para o lucro, que chegou aos US$22,2 mil milhões, mais 11,5% que no mesmo período do ano passado.

Já as vendas, por segmentos, também registaram números muito interessantes. Os iPhones venderam US$55,9 mil milhões (mais 7,7%), enquanto que os Wearables, Casa e Acessórios dispararam para os US$10 mil milhões (mais 36,9%). Para não variar, também os Serviços tiveram uma subida acentuada, registando uma faturação de US$12,7 mil milhões (mais 17,5%).

Com efeito, nem tudo foi positivo apesar dos recordes. Os Macs desceram 4% nas vendas (US$7,1 mil milhões) e as vendas de iPads caíram 11,9% (US$5,9 mil milhões).

Por fim, destaque para a base de dispositivos ativos que atingiu uma marca história:

Durante o trimestre de férias, a nossa base ativa instalada de dispositivos cresceu em cada um de nossos segmentos geográficos e agora atingiu mais de 1,5 mil milhões

Tim Cook

Assim, as previsões da Maçã para o próximo trimestre fiscal são as seguintes:

  • Receita entre os US$60-63 mil milhões;
  • Margem bruta entre 38% e 39%;
  • Gastos Operacionais entre US$9,6 e US$9,7 mil milhões;
  • Outras receitas/despesas de US$250 milhões ;
  • Taxa de impostos de cerca de 16,5%.

Via MacMagazine

4 Shares: