Smartphones Android podem receber Ultra Wideband semelhante ao iPhone 11

Android Ultra Wideband
Android Ultra Wideband

É expectável que os smartphones Android recebam a tecnologia Ultra Wideband, já presente no iPhone 11, a partir do final deste ano.

À semelhança do iPhone 11 e 11 Pro, que já têm a tecnologia Ultra Wideband, os primeiros smartphones Android a receber essa tecnologia deverão ser lançados durante o fim deste ano.

De acordo com o MacRumors, analistas do Barclays comentaram que os smartphones Android virão equipados com o chip Ultra Wideband, NFC, e Secure Element. Esse chip all-in-one, foi desenvolvido e lançado o ano passado pela empresa holandesa NXP Semiconductors. No entanto, ainda não se sabe quais as fabricantes Android a adotar a tecnologia Ultra Wideband primeiro. Apesar disso, é sabido que a Samsung faz parte do consórcio com a NXP e ajudou a desenvolver a tecnologia.

Mas o que é a Ultra Wideband?

Numa análise mais redutora, é um protocolo de comunicação sem fios de curto alcance que, como o Bluetooth ou Wi-Fi, utiliza ondas de rádio. Mas difere substancialmente porque opera com uma frequência muito alta. Essa conectividade em conjunto com a IoT (internet das coisas) oferece uma infinidade de novos serviços para empresas ou consumidores.

Com essa tecnologia é possível por exemplo, destrancar as portas de um veículo quando o dispositivo estiver próximo dele. Além disso também é possível controlar luzes, altifalantes, ou qualquer outro dispositivo conectado com a capacidade de deteção da Ultra Wideband.

iPhones 11 já contam com Ultra Wideband

Os iPhones 11, 11 Pro e Pro Max, estão equipados com o chip U1 desenvolvido pela Apple com Ultra Wideband. A saber, o chip U1 com essa tecnologia permite que os dispositivos consigam perceber de forma precisa a sua localização em relação a outros dispositivos Apple mais próximos, equipados com o mesmo chip. Para tal, a funcionalidade AirDrop faz uso desse chip para fazer a partilha de ficheiros mais rapidamente.

O iPhone 11 tem a tecnologia Ultra Wideband no chip U1

Segundo a Apple, a funcionalidade direcional do AirDrop é apenas o começo do que é possível com o Ultra Wideband, acrescentando que novos recursos incríveis virão mais tarde.

Um produto que provavelmente terá suporte ao Ultra Wideband serão as AirTags. Segundo o analista Ming-Chi Kuo, os modelos do iPhone 11 poderão localizar as tags com precisão exata em áreas internas e externas. Já aqui informámos, que a Apple estará a trabalhar nesses dispositivos de localização. Prova disso são as evidências encontradas nas arquivos internos da versão final do iOS 13.2

MacRumors

Assim sendo, a distância entre dois dispositivos com Ultra Wideband pode ser medida com precisão calculando o tempo necessário para uma onda de rádio passar entre os dois dispositivos, com uma precisão muito mais exata do que o Bluetooth LE e o Wi-Fi. 

Efetivamente, não se sabe se a Apple planeia lançar as suas tags de rastreamento, ou se o desenvolvimento desse produto foi abandonado. Entretanto, é certo que a tecnologia Ultra Wideband só chegará aos dispositivos Android, um ano depois de ter chegado aos dispositivos da Apple. Seja como for, o Ultra Wideband ainda está no início, mas parece uma tecnologia muito interessante para se usar nos dispositivos móveis.

2 Shares:

Deixa um comentário!