Apple TV+ mantém aposta no tema do assédio sexual

Oprah na apresentação do Apple TV +

Depois de abordar o escândalo “Me too” no The Morning Show, o Apple TV+ prepara-se para lançar um novo documentário sobre o assédio sexual, desta vez, apresentado por Oprah Winfrey.

A Apple assegurou um documentário, produzido e realizado pela dupla Amy Ziering e Kirby Dick e apresentado por Oprah Winfrey. Desta forma, este documentário retém a maior referência dos Talk Shows na plataforma Apple TV+.

A notícia, avançada pelo The Holywood Reporter, dá nota que o documentário, ainda sem título, tem lançamento previsto para o início de 2020. Desta vez, debruçar-se-á na história de uma ex-executiva da indústria musical. A dupla explorará as reticências em tornar pública a, alegada, história de assédio sexual, perpetuada por uma “figura notável” do mesmo universo artístico.

A dupla de realizadores conta já, no currículo, com uma nomeação para um Óscar e dois Emmys, na categoria de Notícias e Documentários, para o documentário The Invisible War, em 2013. Dois anos depois, estreiam-se com o tema dos abusos sexuais, no documentário The Hunting Ground. Neste último documentário, expuseram uma série de abusos sexuais em universidades nos Estados Unidos, o que lhes garantiu uma nomeação para um Emmy.

No entanto, o último trabalho apresentado por Amy Ziering e Kirby Dick, foi The Bleeding Edge, um documentário original da maior plataforma de streeming – Netflix.

Depois de Oprah’s Book Club, este documentário marca a segunda colaboração entre a Apple TV+ e a apresentadora Oprah Winfrey. E, como se a apresentadora não fosse, por si só, motivo de peso para não perder este documentário, a dupla de argumentistas escolhida, torna o conjunto, no mínimo, imperdível.

2 Shares: