Apple pondera mudar ciclo de lançamentos dos iPhones

Analista prevê que a partir de 2021 a Apple pondera lançar quatro iPhones, dois na primavera e dois no outono.

Novos rumores indicam que a Apple poderá mudar o ciclo de lançamentos dos seus novos iPhones para 2021. De acordo com um relatório do analista Samik Chatterjee da JP Morgan (via Marketwatch), haverá quatro modelos a serem lançados.

Segundo o relatório, seria “uma mudança estratégica com o lançamento de dois novos modelos de iPhone no 1º semestre de 2021, seguidos por outros dois no 2º semestre.

Eventualmente o primeiro par de iPhones, seria lançado algures entre março e junho, enquanto o segundo par seria lançado em setembro, como já é hábito desde 2012 desde o lançamento do iPhone 5.

Assim sendo, a Apple colocaria o seu cronograma de lançamentos alinhado com a Samsung. Geralmente, a gigante sul coreana, lança os topos de gama Galaxy na primavera, e a linha Note, regra geral chega aos consumidores no outono.

Embora a Apple tenha lançado pontualmente um ou outro modelo na primavera, como por exemplo o iPhone SE, ou o iPhone 8 PRODUCT (RED), os rumores indicam que na primavera de 2020, poderá ser lançado o iPhone SE 2.

Desse modo, já em 2020 é expectável que sejam lançados quatro modelos. Embora Samik afirme no seu relatório, que o hipotético iPhone SE seja lançado junto com os três modelos com 5G, eventualmente no outono.

Contudo a Apple poderá adotar uma estratégia de lançamento diferentes para o ano 2021, lançando quatro iPhones, dois na primavera e dois no outono.

Entrando no modo de pura especulação, eventualmente os modelos mais baratos seriam lançados no primeiro semestre. Enquanto os modelos mais avançados no segundo semestre, à semelhança do que acontece atualmente.

Quais os benefícios desta estratégia para a Apple?

Para o analista Samik, a mudança para um ciclo de lançamento em duas fases ajudaria a distribuir as vendas ao longo do ano. Por certo, as vendas de iPhones são muito mais relevantes no segundo semestre de cada ano, devido ao lançamento dos novos modelos nessa altura do ano.

A fim de levar uma parte das principais vendas para o primeiro semestre, a faturação da Apple seria mais regular e consistente. Também daria a possibilidade de colocar novas tecnologias nos novos dispositivos com mais frequência.

A confirmar-se estes rumores, não deixa de ser uma estratégia interessante, que poderá trazer bons resultados financeiros para a gigante de Cupertino.

O que acham desta possibilidade?

2 Shares:

Deixa um comentário!