CineApple nº20 – “El Camino”, um caminho cheio de atalhos

O CineApple desta semana, dedica-se a um caminho que desejávamos há muito percorrer novamente.

Agora em formato filme, e depois de seguirmos com muita atenção as 5 temporadas de “Breaking Bad”, Vince Gilligan dirigiu o filme “El Camino: A Breaking Bad Movie” (título original), que estreou em outubro na plataforma Netflix, após grandes expectativas do grande público.

Jesse (Aaron Paul) aparece a fugir em primeiro plano, com um ar desesperado e nós público exasperado pelo que aí vem, deixa-se compadecer com ele, ansiosos por saber o que se está a passar com este regresso!

Acabamos envolvidos, talvez ainda pela ressaca pós-Breaking Bad, na densidade dramática que o ator nos transmite, o olhar evasivo mas intenso e cheio de desejo de escapar, não sabemos com que intuito.

Durante o filme, vamos percebendo ou vamos-nos aproximando do sofrimento que o ator ainda arrasta consigo após a morte do tão saudoso Walter White.

Os vários flashbacks de Jesse, parecem querer ou terem sido imaginados para nos encadearem na história desta longa-metragem, mas confundem o espectador. Conseguimos sentir o carinho e a saudade que a personagem nutre por White, como se fôssemos nós a conduzir um chevrolet “el camino”, na verdade é o único companheiro que se mantém leal mesmo depois de alguns embates. No entanto, no meio dessas memórias surgem outras vindas não se sabe bem de onde…

É certo que ficamos com a certeza de Jesse ter sido mantido preso e em sofrimento, mas porquê? Por quem? Foi a Divisão de Narcóticos (DEA) que mandou? Por quanto tempo? De um momento para o outro é libertado, e qual o motivo?

Depois a corrida atrás de uma avultada quantia de dinheiro, esse dinheiro servirá para que objetivo?

Pois é, fica tudo em aberto, e a sensação com que ficamos é a de confusão, sem sabermos se ficámos com vontade de outro filme que nos explique (ou mostre sem criar uma miscelânea) ou o “afinal era só isto?!”, sem nenhum peso de emoção no fim.

Espero por vocês na próxima semana para mais um CineApple, até lá!

3 Shares: