O Pixel 4 promete! Apple faz-nos o favor de tirar notas…

Nova Iorque serviu uma vez mais como palco para o evento anual de outono da Google. A gigante das pesquisas revelou esta tarde os seus novos smartphones Pixel 4 e 4 XL e provavelmente a esta altura estás a perguntar “porque é que isto me interessa?“ – vamos refletir sobre este anúncio e que influência deve ter para os iPhones de 2020!

A Google pode até falhar bastante no desenvolvimento do hardware que apresenta versus a Apple que é bem superior, no entanto, acho que desta vez conseguiu um balanço interessante entre qualidade e inovação que a Apple não conseguiu alcançar este ano.

Os iPhones 11 são tudo menos inovadores… A história com o Pixel 4 é o contrário!

Não vou vos falar de câmaras, nem do delicioso ecrã OLED de 90Hz. Vamos centrar-nos na bezel superior do ecrã, que para muitos pode continuar a ser esquisita e um pouco antiquada já… mas aí é que está, há uma razão para isso!

Reparem que a moldura está repleta de sensores, seria impossível torná-la mais fina. Temos ali pela primeira vez desbloqueio facial 3D, possibilitado pelos mesmos sensores que um iPhone tem, bem como um novo e potente sensor Soli que promete ser uma lufada de ar fresco quanto à forma como interagimos com os smartphones.

“E como? Que milagre é este?” – perguntas tu e muito bem. Basicamente este é um sensor que vem possibilitar o que a Google chama de Motion Sense.

Esta tecnologia vai suportar o input de acenos ou gestos aéreos. Isto vai ser especialmente útil, quando não queres ou não podes pegar no telefone e tocar no ecrã.

Motion Sense pode vir a mudar a forma como usamos o smartphone!

Isto pode parecer gimmick à primeira vista contudo pode vir, no meu entender, a revolucionar a forma como usamos o smartphone. Até posso estar redondamente enganado, mas está aqui uma ideia que me parece bem interessante e que me vejo a usar de vez em quando. Não sempre, porque não faz sentido usar sempre.

Eu acho que aqui, a minha obrigação enquanto amante de tecnologia, é parabenizar a Google pela iniciativa. Independentemente se corre bem ou mal. E independentemente do meu gosto pelos produtos da marca da Maçã.

A evolução tecnológica é sempre bem-vinda e não é sentada à sombra da bananeira que uma empresa chega a algum lado… Não estou com isto a dizer que a Apple esteja assim, mas sinto que lhe falta arriscar! É isto que quero dizer com o “tirar notas” do título. A Apple tem de arriscar, tal como a Google e outras empresas estão a fazer!

Quem é que não gosta de ideias novas e que contribuam realmente para melhorar a nossa rotina diária? É com um pequenino acrescento aqui e acolá que se mudam vidas!

Com o iPhone foi assim, com uma revolução criada logo com o modelo original e o seu ecrã multi-touch. Este conceito foi evoluindo de tal maneira até ao estado atual de perfeição.

Mas ainda há um longo caminho a ser feito! E é a tentar que se chega lá! Por isso, well done, Google.

2 Shares: