CineApple nº19: “Joker”, a loucura dos nossos tempos

O CineApple entra no submundo de Gotham city, a cidade onde qualquer um de nós podia viver, e que representa o ambiente envolvente do filme “Joker”, do nova-iorquino Todd Phillips (originalmente Todd Bunzl).

Joaquin Phoenix é o intérprete do personagem principal Joker nesta longa-metragem. Impossível não referir, a excelente interpretação de Phoenix em “Joker”, tanto pela sua densidade dramática em termos psicológicos, como por toda a representação física, tendo em conta que, o ator de 44 anos emagreceu 23 quilos para poder entrar neste filme.

Só o impacto visual que provoca no público, já poderia ser suficiente para criar um certa angústia, vê-lo entrar de uma forma tão intensa no papel de Arthur Fleck, gerando sentimentos bastante contraditórios no espectador.

Arthur, é um comediante mentalmente perturbado que tenta ser bem sucedido a fazer “stand-up”, mas a sua cabeça é um turbilhão de acontecimentos emocionais que transformam o seu dia-a-dia numa enorme espiral.

Arthur subverte-nos para o seu mundo onde estranhamente (ou não), quase que nos consegue conectar com ele, como se a compaixão por ser excluído da sociedade e onde ele próprio se auto-exclui nos compadeça a perdoá-lo pelas coisas más que faz.

Provavelmente todos teremos um pouco de Joker (numa perspectiva muito redutora da “coisa”), o que torna a personagem  de Joker tão assustadora quanto tão próxima do público.

Todos nós, provavelmente já nos sentimos injustiçados, revoltados, com vontade de mudar tudo o que está mal.

 A crueza das expressões de Joker, espelham de forma franca um estado emocional confuso e quase bidimensional, arrastando-nos para o lado mais sombrio do nosso cérebro, onde existem os medos e as inquietações.

Apontado por muitos, como o melhor Joker de sempre, atribuição algo arriscada, tendo em conta que, Jack Nicholson é indubitavelmente um dos melhores atores da sua geração e até das seguintes, Phoenix marcou uma nova forma fascinante, ao mesmo tempo aterradora, de interpretar Joker, desempenho que já valeu ao filme, o Leão de Ouro do Festival de Cinema de Veneza.

Espero por vocês na próxima semana para mais um CineApple, até lá!

7 Shares: