Wearables da Apple crescem no primeiro trimestre de 2019

Apple Watch

Os wearables estão cada vez mais evoluídos e acessíveis ao grande público. Aos poucos, percebemos a utilidade dos “dispositivos vestíveis” seja para a saúde, desporto, entre outras coisas. E para os lados da Apple as notícias acerca dos seus wearables são animadoras e positivas.

Segundo novos dados divulgados pela empresa de consultoria IDC, foram expedidos mundialmente cerca de 12,8 milhões de dispositivos vestíveis da Apple no primeiro trimestre de 2019. Estes 12,8 milhões de wearables incluem o Apple Watch, AirPods, e uma seleção de headphones Beats.

A Apple conseguiu 25,8% de fatia de mercado durante o trimestre que começa em janeiro e vai até março de 2019. Por consequência, tornou-se na empresa de wearables número um, e o crescimento continua a subir. No primeiro trimestre de 2018, a Apple vendeu cerca de 8,6 milhões de dispositivos, registando um crescimento de 49,5% em relação ao ano anterior.

A tabela a seguir mostra os dados

Porém, empresas chinesas como a Xiaomi e Huawei, também têm os seu argumentos. Prova disso é que são as concorrentes diretas da Apple. A Xiaomi expediu mundialmente cerca de 6,6 milhões de wearables. Já a Huawei foram cerca de 6 milhões. A Samsung fica com a quarta posição expedindo cerca de 4,3 milhões de dispositivos. Por ultimo no quinto lugar temos a Fitbit expedindo 2,9 milhões de dispositivos wearables.

No total, foram expedidos mundialmente cerca de 49,6 milhões de dispositivos wearables durante o primeiro trimestre de 2019. Um aumento de 55,2% em relação ao primeiro trimestre de 2018.

Se os dados forem divididos apenas por dispositivos usados ​​no pulso, a IDC acredita que a Apple vendeu cerca de 4,6 milhões de Apple Watch, contra os 4 milhões vendidos no mesmo período do ano passado. Neste caso a Apple já não é a numero um, quando se trata de wearables de pulso, ficando a Xiaomi com o primeiro lugar no pódio.

Xiaomi

A Xiaomi vendeu cerca de 5,3 milhões de dispositivos wearables de pulso, para ficar com uma fatia de mercado de 10,7%. Uma fatia de mercado ligeiramente maior que a da Apple, com 9,3%.

Huawei, Fitbit e Samsung

A Huawei expediu 3,9 milhões de wearables de pulso. A Fitbit expediu 2,9 milhões e a Samsung 2 milhões de wearables de pulso. Ficaram atrás da Xiaomi e da Apple durante o primeiro trimestre de 2019. Segundo a IDC, o ASP, average selling price (preço médio de venda) do Apple Watch passou de US $ 426 no primeiro trimestre de 2018 para US $ 455 no primeiro trimestre 2019.

Apple na liderança

A liderança é da Apple, pois a empresa oferece três linhas de produtos: Apple Watch, AirPods e headphones selecionados Beats. Isto tudo combinado dá a liderança à Apple nos wearables. O Apple Watch, em particular, foi bem aceite e bem sucedido no mercado. A Apple quer usar uma estratégia similar na sua linha de headphones sem fio. Os AirPods mais recentes estão disponíveis com carregamento sem fio e tiveram um aumento do preço médio de venda.

O Apple Watch foi atualizado todos os anos, desde que o dispositivo foi lançado em 2015. Em 2018, o Apple Watch Series 4 trouxe novos recursos de saúde como o ECG (eletrocardiograma) e um design atualizado com molduras mais finas. Em 2019, surgiram rumores que o Watch trará novos materiais de revestimento e talvez um novo display mais avançado.

5 Shares: