O que esperar da WWDC19?

Estamos a poucos dias do arranque da maior conferência da Apple para os desenvolvedores: a WWDC 2019.

Se és fã da Apple, sabes o quão importante é este evento. Além de ser aqui que se ficam a conhecer as grandes novidades a nível de softwares da Maçã, é também este o berço de tudo que conhecemos em termos de aplicações.

Neste artigo, tratarei de vos fazer um resumo do que esperar desta WWDC e das possíveis novidades dos novos sistemas: macOS 10.15, iOS 13, watchOS 6 e tvOS 13.

macOS 10.15

iTunes – O principio do fim

A Maçã parece estar a ouvir os seus utilizadores. Um pedido há muito tempo requisitado é a fragmentação do iTunes em várias outras apps específicas.

Esta informação foi “confirmada” pelo programador Guilherme Rambo, através de fontes ligadas ao desenvolvimento do sistema.

Confirmei com fontes familiarizadas com o desenvolvimento da próxima grande versão do macOS – provavelmente 10.15 – que o sistema incluirá aplicações autónomas de música, podcasts e TV, mas também incluirá uma importante reformulaão da aplicação Livros. ”

Também se fala que a Apple trará uma nova app para os seus sistemas que resultará da fusão da “Encontrar iPhone” e “Amigos”.

Projeto Marzipan

No ano passado a Apple deu-nos um sneak peak do que está por vir relativamente a apps multiplataforma. E este ano provavelmente vamos ouvir mais sobre este grande projeto da Maçã.

Atalhos e Tempo de Ecrã

Muito provavelmente com a ajuda do Marzipan, a Apple trará os Atalhos da Siri para o Mac. Assim como a Siri tem comportamento diferente nos Macs, é bem provável que os Atalhos se adaptem aos ecrãs maiores. A aplicação é, pelo menos para mim, um grande passo no iOS e, com certeza, fará o Mac tornar-se mais automatizado.

Além dos Atalhos, o Tempo de Ecrã também será transportado para o macOS. Assim como no iOS, o tempo pode ser sincronizado entre dispositivos e, muito provavelmente, será agora dividido entre plataformas.

iOS 13

O iOS é já há bastante tempo o centro das atenções da WWDC. E mesmo assim, não tem alegrado lá muito os fãs de novidades já que tem focado em melhorias pequenas nos iPhones e dado uma atenção maior ao iPad (como no iOS 11) ou em estabilizações (como no iOS 12). Na verdade, eram esperadas muitas novidades do futuro iOS 13 quando a versão 12 foi lançada. Mas, devido os inúmeros bugs trazidos com o iOS 11, a Apple optou por atrasar algumas funcionalidades. Vamos à elas:

Redesign do ecrã principal

Isto é esperado há muito tempo!

Os ícones em grade do iOS tornaram-se chatos, apesar de serem uma marca da Apple. Também era o botão principal dos iPhones, que se foi com o lançamento do iPhone X. A Apple precisa mudar, mesmo que mantenha o estilo da grade.

Tenho visto alguns maravilhosos conceitos e, particularmente, acho que manter o design de grade, mas dar ao utilizador a opção de maior personalização do ecrã principal, é a junção perfeita do que o consumidor deseja e de manter o visual Apple.

Este é um dos conceitos (acima na imagem) mais bonitos e funcionais que vi sobre um novo design do ecrã principal. O conceito foi desenvolvido pelo designer Jake Sworski e mostra mesmo alguns dos pontos que trataremos aqui a seguir.

Modo escuro

O modo escuro é tão aguardado quanto o redesign do ecrã principal. Já apresentado no macOS Mojave, é quase certo que ele apareça (finalmente!) no iOS 13.

Este modo, além de mais benéfico à saúde dos olhos, permitirá um maior aproveitamento dos ecrãs OLED, que agora equipam os iPhones. Para além disso, teremos mais autonomia de bateria!!!

Muitas apps já aderiram ao dark mode, como o Facebook Messenger e o Twitter, mas a Apple estará a trazer este recurso nativamente. Além de trazer um charme a mais ao novo iOS, será um grande recurso em prol de nossa saúde: dos olhos e da bateria.

Mail

Uma aplicação praticamente deixada de lado é o Mail. Apps de terceiros têm vindo a ganhar funções extremamente úteis, enquanto a nativa da Apple está presa em algum vórtex temporal.

Mas isso parece estar prestes a mudar. É esperado que a Maçã acrescente na app funções como organização por categorias, além da opção de poder adiar um e-mail.

HUD de Volume

Esta mudança é para glorificar de pé! Penso que se o iOS 13 fosse basicamente isso, já faria muitas pessoas felizes.

A Apple está jurada de morte a fazer a alteração. Será interessante ver como será que eles vão redesenhar este pequeno detalhe do sistema, mas que faz tanta diferença na experiência.

Este seria o cenário ideal!

iPad

O iPad parece que finalmente vai ganhar a especial atenção que merece!

A Apple deve lançar um novo sistema de multitarefa com janelas semelhante aos Macs, mas optimizado para os ecrãs tácteis dos iPads.

Conceito bem interessante sobre o iOS 13 para iPad.

tvOS 13

Para o tvOS 13, não se esperam mais novidades para além da chegada do Apple TV +. Claro, como em qualquer dos softwares são esperadas correções de erros e problemas de estabilidade.

watchOS 6

Um dos núcleos do Apple Watch é a personalização. É praticamente certo vermos novos mostradores para personalizarmos os relógios.

O watchOS 6 deve trazer para o Apple Watch uma série de novas apps e são elas, Dictafone, Livros (para áudio), Calculadora, “Dosagem” e “Ciclos” para podermos acompanhar a medicação e menstruação, respetivamente.

Homepod

O HomePod também parece que vai ganhar suporte a múltiplos utilizadores. Isto também vai permitir que a Siri seja capaz de distinguir diferentes vozes.

Evento, Betas e lançamento ao público

Como costume, os novos softwares da Apple devem ser apresentados na keynote marcada para o primeiro dia conferência, que este ano calha a 3 de junho.

As primeiras betas dos novos sistemas devem sair logo após o anúncio para os desenvolvedores. Os participantes do programa beta público devem ter de esperar até ao final do mês de junho para poderem testar os softwares.

Hardware? Novo Mac Pro e Monitor profissional são possibilidades

Já há algum tempo que se fala que a Apple prepara uma nova versão do Mac Pro e ainda um regresso à fabricação de monitores. Pois parece que a WWDC será palco para apresentação destas novidades de hardware. Pelo menos assim indica o respeitado jornalista da Bloomberg (e com fontes confiáveis dentro da Apple) Mark Gurman.

Para veres se tudo isto se confirma e ficares a par de todas as novidades da WWDC 2019, terás que acompanhar o All Things Apple e a sua extraordinária cobertura (que está já em preparação)!

5 Shares: