Apple anuncia resultados do Q2 2019 com uma receita de 58 mil milhões de dólares

A Apple acaba de apresentar aos seus acionistas os resultados financeiros do Q2 2019, referentes ao primeiro trimestre do ano.

A própria Apple já havia feito uma previsão abaixo do valor no mesmo período do ano passado, que foi de 61,1 mil milhões de dólares. A aposta da empresa para este trimestre ficou entre 55 mil milhões e 59 mil milhões de dólares, o que, por si só, já deixou alguns acionistas pessimistas. 

Antes mesmo da apresentação acontecer, os investidores da Maçã já não estavam lá muito esperançosos. Alguns, inclusive, chegaram a mencionar que os resultados esperados seriam “os piores” possíveis, como disse o Crédito Suíço.

A Morgan Stanley, em contrapartida, mostrou que há razões para se manter otimista. Segundo a empresa de serviços financeiros e grande investidora da Maçã, os investidores menosprezam a plataforma da Apple, com os utilizadores do iOS a gastar 10 vezes mais nas suas apps do que os utilizadores do Android. Outro ponto colocado na mesa, foi o acordo entre a Apple e Qualcomm que, segundo a empresa, “aumenta a probabilidade da Apple lançar um iPhone 5G em 2020”.

Bem ou mal, desde ontem os valores da AAPL, estavam a cair, justamente pela especulação negativa.

Com efeito, após o anúncio, a Apple confirmou as suas expectativas: a empresa obteve uma receita de 58 mil milhões de dólares, o que fez com que as ações subissem novamente. Até o momento, já com o mercado fechado, as ações já subiram mais de 5,0%.

Vale lembrar que a Gigante de Cupertino agora não informa os números exatos de unidades de Macs, iPads e iPhones vendidos, somente o valor arrecadado pelas vendas:

  • 31 mil milhões – iPhone 
  • 11.45 mil milhões – serviços
  • 5.51 mil milhões – Mac
  • 5.13 mil milhões – Vestíveis e acessórios 
  • 4.87 mil milhões – iPad

O áudio completo da apresentação dos resultados pode ser ouvido aqui.

“Os resultados do trimestre de março mostram a força contínua da nossa base instalada de mais de 1,4 mil milhões de dispositivos ativos, já que estabelecemos um recorde absoluto para Serviços e o forte momento de nossa categoria de Wearables, Casa e Acessórios, que estabeleceu um novo recorde no trimestre em março. ” – Tim Cook

“Entregamos o nosso crescimento mais forte de iPad em seis anos e estamos tão empolgados quanto sempre com o nosso canal de hardware, software e serviços inovadores. Estamos ansiosos para partilhar mais com os programadores e clientes na 30ª Conferência Mundial de Desenvolvedores da Apple, em junho. ” – Tim Cook

7 Shares: