Rumores referem iPhones em 2020 com ecrã OLED e sem notch

Embora não sejam esperadas grandes novidades nos iPhones de 2019, em relação aos antecessores, em 2020 as novidades prometem.

Apesar de rumores apontarem para que o sucessor do XR continue com ecrã LCD em 2019, fontes de fabricantes referem que todos os iPhones de 2020 terão ecrãs OLED.

Assim, ao que tudo indica, os ecrãs permanecerão com as mesmas medidas. Contudo falta ainda saber como a Apple vai substituir o notch. A opção pode passar pelo punch hole, estilo Samsung Galaxy S10. No entanto, a julgar por patentes registadas pela Apple, existe a hipótese de os sensores passarem para baixo do ecrã, estes estariam invisíveis, e funcionariam por poros invisíveis por entre os pixéis.

Deste modo, com a questão dos sensores arrumada, resta alojar a câmara. Por isso, à falta de melhores soluções, deverá ser encostada ao topo do ecrã. Obviamente implicaria uma bezel superior ligeiramente mais forte, porém eliminaria o notch.

Ao que tudo indica, a Apple deverá distribuir a produção dos seus displays OLED por três fornecedores, a Samsung, a LG e a chinesa BOE.

Impressão Digital no ecrã só em 2020

Ainda de acordo com o WCCFTECH, a aposta da marca da Maçã em 2019 deverá ser o FaceID, com respetivas evoluções de segurança. Consequentemente, só em 2020 a impressão digital deverá voltar aos iPhones, desta feita no ecrã. É ainda de prever que esta possa conviver com o FaceID no mesmo aparelho, segundo patente registada, conforme oportunamente avançou o All Things Apple.

Processadores A14 com 5nm também em 2020

Por fim, no alinhamento dos iPhones para 2020, deveremos ainda conhecer os novos processadores A14 com 5nm (nanómetros) em vez dos 7nm dos atuais A12. Com efeito, a redução de nanómetros, entre outras vantagens, trará uma melhor e mais eficiente gestão energética.

Com todas estas novidades, 2020 promete ser um ano com inovações impressionantes. Neste sentido, é expectável que a Apple possa recuperar alguma cota de mercado, entretanto perdida principalmente para as marcas emergentes chinesas.

7 Shares: