Greg Joswiak rejeita obsolescência programada como “o pensamento mais louco do mundo”

O Jornalista John Gruber sentou-se à conversa com o Vice-Presidente de marketing da Apple, Greg Joswiak, e o Vice-Presidente de engenharia de AR/VR, Mike Rockwell, para gravar o seu podcast “The Talk Show”. Vários foram os tópicos abordados, desde privacidade, AR, as atualizações de software e outros anúncios feitos na keynote de segunda-feira.

Um dos anúncios revelados durante a WWDC foi que o novíssimo iOS 12 vai aumentar a performance dos dispositivos, especialmente dos mais antigos, sempre que vir que são necessários recursos extra na execução de certas tarefas. Por exemplo, no iPhone 6 Plus a Apple diz que o teclado vai ser 50% mais rápido a aparecer, enquanto que a câmera vai abrir 70% mais rápido quando lançada a partir do ecrã de bloqueio.

Quando Gruber comentou que estas alterações podiam ser uma resposta à recente polémica onde a Apple foi acusada de baixar a performance de iPhones mais antigos para promover assim a compra de novos modelos por parte dos utilizadores, Joswiak rapidamente rapidamente.

“Pensar isso é das coisas mais loucas do mundo, onde eu te dou uma péssima experiência e espero conseguir que tu vás comprar um novo produto. Mas as pessoas esquecem-se do quão bom são as atualizações. Primeiro que tudo, o iOS 11 tem 95% de satisfação por parte dos cliente… é maravilhoso. Temos disponibilizado durante anos funcionalidades incríveis, desde a App Store até ao iMessage.” 

“As atualizações são super importantes. Temos de nos lembrar que, atualmente, estamos a dar suporte a dispositivos que foram apresentados em 2013. Dispositivos estes que em comparação com os modelos mais recentes, como o iPhone X, são claramente mais lentos por causa da natureza dos processadores que foram evoluindo com o tempo. Nós temos os processadores mais rápidos do mercado. Os nossos processadores do ano passado continuam a ser mais rápidos que os deste ano das outras empresas.”

Joswiak disse que a Apple quer prestar “atenção especial” a dispositivos mais antigos que possam estar a sofrer de “lentidão” durante uso intensivo.

“…Fizemos muitos esforços e muitos testes… para mostrar que no iOS 12 íamos duplicar a performance para essas pessoas”, disse. “O iOS 12 suporta os mesmos dispositivos que o iOS 11… e esta atualização vai ser muito boa para essas pessoas.”

Em tom de brincadeira, terminou dizendo “Se apenas quiséssemos que as pessoas só comprassem os últimos modelos, só tínhamos atualizações para 6% dos nossos utilizadores. 

Qual é a tua opinião sobre o assunto?

Fonte: MacRumors

0 Shares:

Deixa um comentário!